Os problemas com a gasolina


Boa noite,
A gasolina apresenta dois problemas quando queimada nos motores dos carros. O primeiro problema tem a ver com a névoa fotoquímica (smog) e o ozônio de baixa altitude nas grandes cidades. O segundo problema tem a ver com o carbono e os gases do efeito estufa.

Ao queimar gasolina, os carros deveriam fazer isto de forma perfeita e não criar nada além de dióxido de carbono e água no cano de escapamento. Infelizmente, o motor de combustão interna não é perfeito. No processo da queima de gasolina, ele também produz:

* monóxido de carbono, um gás venenoso
* óxidos de nitrogênio, as fontes principais da névoa fotoquímica
* hidrocarbonetos não-queimados, a fonte principal de ozônio urbano

Catalisadores eliminam boa parte desta poluição, mas também não são perfeitos. A poluição do ar vinda dos carros e das usinas termoelétricas é um problema real nas grandes cidades.

O carbono também é um problema. Quando queimado, ele se transforma em uma grande quantidade do gás dióxido de carbono. A gasolina é principalmente carbono em peso, então um litro de gasolina deve liberar 0,7 kg de carbono na atmosfera. OS EUA lançam aproximadamente 900 milhões de quilogramas de carbono na atmosfera todos os dias.

Se fosse carbono sólido, seria extremamente perceptível, pois seria como lançar um saco de 600 gramas de açúcar para fora da janela do carro para cada litro de gasolina queimada. Mas como os 600 gramas de carbono saem como um gás invisível (dióxido de carbono), a maioria de nós não tem consciência disso. O dióxido de carbono que sai do escapamento de cada carro é um gás causador do efeito estufa.

Os efeitos finais são desconhecidos, mas há a forte possibilidade de haver mudanças de clima extremas que afetarão a todos no planeta (por exemplo, os níveis dos mares podem subir, inundando ou destruindo cidades costeiras). Por essa razão, há esforços crescentes para substituir a gasolina pelo hidrogênio.
Um aditivo comum na gasolina é o MTBE. MTBE é o acrônimo para éter metil-butil terciário, uma molécula razoavelmente simples que é criada a partir do metanol.

A imagem acima é um aditivo comumente vendido nos anos 50, o MTBE só foi incorporado no Brasil nos anos 70.

O MTBE passou a ser adicionado à gasolina por dois motivos:

1. Ele aumenta a octanagem.
2. Ele é um aditivo oxigenado, ou seja, acrescenta oxigênio à reação durante a queima. Por definição, um aditivo oxigenado reduz a quantidade de hidrocarbonetos não queimados e monóxido de carbono no escapamento.

O MTBE começou a ser adicionado à gasolina amplamente depois que a Lei do Ar Limpo, de 1990, entrou em vigor. A gasolina contém de 10 a 15% de MTBE.

Comentário final: Se a gasolina contém de 10 a 15% de aditivo o resto é o que??? gasolina que não é….

Pergunta do dia: Onde é aplicada a gasolina azul atualmente e quais os benefícios e malefícios?

Obrigado

5 thoughts on “Os problemas com a gasolina

  1. Francisco Neto disse:

    A gasolina azul seria a mesma gasolina utilizada em aviões com motor a pistão ?? , se for essa , deve-se saber que não se pode usar em motores modernos, pois a mesma recebe adição de chumbo o que inviabiliza a utilização do catalizador. Gasolina Podium da Petrobras seria a equivalente “limpa” a gasolina azul.

  2. Pingback: Sopa de Letrinhas III « André Cerberus

  3. Jean Mario disse:

    Pessoal, desculpem-me, esqueci de comentar a utilização da gasolina azul. Bem ela é indicada para ser utilizada em motores de alta compressão, ou melhor explicando, deve ser usada em todos os motores que sentem o fenomeno da detonação ou batida de pino como é comum se dizer, ao queimarem a gasolina comum de octanagem inferior. Nos motores mais antigos com carburador e distribuidor, quando se usavam a gasolina amarela e se ouvia a detonação, tinham-se disponiveis duas soluções mais aplicadas : ou se misturava a gasolina azul no tanque até desaparecer o efeito da detonação, ou se atrasava o ponto de ignição no distribuidor, so que o efeito negativo aqui eram o desempenho e economia de combustivel que pioravam muito. Atualmente, com o advento das injeções eletronicas de combustivel praticamente todos os automoveis podem utilizar a gasolina comum sem problema algum com efeito da detonação ou batida de pino. Tudo isso, resultado da evolução dos tempos … e a tecnologia !

    • Jean,
      Excelente resposta pelo tópico e obrigado pela participação.

      Infelizmente nosso combustível é tão porcaria que quando abastecido com gasolina (aditivada ou comum) com a adição de diversos solventes o motor acaba sofrendo com as batidas de pino. Além de comum esta prática de comercializar combustível batizado só assusta os paulistanos, porque viajando pelo Brasil é notável que há uma diferença de preço muito grande além de uma queda bruta na qualidade do combustível.

      Nosso combustível está de acordo com a pavimentação de nossas vias públicas… um verdadeiro lixo.

      Abraços

  4. Jean Mario disse:

    A gasolina azul, antigamente vendida no Brasil ( se não me engano até o fim dos anos 70), nada era alem de uma gasolina com mais octanagem em relação a amarela. Sua coloração azulada era apenas um corante adicionado pela petrobras para sua identificação. Comparada com as nossas gasolinas atuais, ela apenas se compara com a nossa gasolina comum de 87 octanas, a mesma ultilizada e vendida nos EUA com o nome de ” regular gasoline “. Quanto a porcentagem de alcool contida nela, acredito eu não ser possivel dizer com precisão, porque na epoca que ela era vendida o percentual de alcool adicionado variava muito indo de 5% ate 20%. Os malefícios causados por ela e por todas as nossas gasolinas vendidas ate hoje pela petrobras, com excessão da Podium, é o alto indice de poluição causado pela sua queima devido aos antigos e arcaicos metodos de destilação, com destaque para os altissimos niveis de enxofre e para não irmos muito longe em explicações, basta comparar o cheiro terrivel das nossas gasolinas e compara-lo com o cheiro exalado pelas gasolinas americanas e europeias, ai sim se terá uma resposta a estas minhas explicações quanto à qualidade das nossas gasolinas. Quanto à gasolina podium, ela tem uma qualidade bem superior( menores niveis de enxofre ) e maior octanagem ( 95 octanas ) que as demais, mas ainda carece de um melhor refino para ser comparada as gasolinas vendidas no primeiro mundo, sem contar que ela se beneficia por conter até 25% de etanol anidro ! E o preço dos nossos combustiveis, ainda são altissimos de comparados aos de outros paises …muito lamentável Dona Petrobras, infelizmente !!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.