Motor Aspirado IV


Bom dia!

Outro dia navegando pela internet, vi que em alguns fóruns sobre o motor VHC da GM, atualmente equipado nos veículos 1.0 da linha (Celta, Prisma e Classic), a discussão se iniciou sobre como sobrealimentar o motor VHC seja por Turbo ou por outras práticas e acabou que no final ninguém sabia de mais nada.

A taxa de compressão dos novos motores VHC é de 12,6:1, enquanto o antigo Celta tinha índice de 9,4:1 a taxa dele é tão superior que provavelmente os proprietários devem ter sentido as famosas “Batidas de Pino” usando o nosso líquido inflamável que eu nego dizer combustível.

Taxa De Compressão :


A taxa de compressão é a relação entre o volume de um dos cilindros do motor com seu pistão no ponto morto inferior (ou seja, totalmente “em baixo”) e o volume da câmara de combustão correspondente (volume do cilindro com o pistão no ponto morto superior, ou seja, totalmente “em cima”), e indica quantas vezes o volume de mistura é comprimido antes de ocorrer a centelha da vela de ignição. Assim uma taxa de compressão de 9:1 por exemplo, indica que a mistura é comprimida 9 vezes.

A taxa de compressão deve ser adequada ao combustível utilizado, pois os gases (no caso a mistura ar-combustível), quando comprimidos, se aquecem, de sorte que uma compressão excessiva poderá levar a temperatura da mistura à níveis que provocarão a detonação espontânea da mesma, podendo provocar graves danos ao motor. Motores de concepção mais antiga normalmente tem baixas taxas de compressão, pois os combustíveis da época tinham menor octanagem, ou seja, menor resistência à detonação por compressão. Atualmente, com a adição de álcool à gasolina brasileira (“alcosolina”) e/ou aditivos anti-detonantes, pode-se trabalhar com taxas de compressão mais elevadas.
Aumentar a taxa de compressão consiste em diminuir o volume das câmaras de combustão. Existem várias maneiras de se fazer isso, mas a mais simples e barata é fazer o rebaixamento dos cabeçotes.

Porém é necessário identificar qual é o tipo de motor que estamos falando… se é novo ou antigo, carburado ou injetado. Existem inúmeras diferenças em carros com 4 cilindros, 6 canecos e V8. Carros mais antigos como o GM Opala,  Ford Maverick, Ford Mustang, Ford Landau, Dodge Charger… cada um com uma particularidade… converter para Alcool e rebaixar o cabeçote destes carros é algo que requer muita atenção e conhecimento.

Para tanto, retire-os do motor (peça ajuda ao seu mecânico de confiança) e leve-os à uma retífica, solicitando o serviço. Depois, basta remontar tudo de novo! Simples, não? Nem tanto. A desmontagem dos cabeçotes não é tarefa complicada para pessoas experientes em mecânica, mas deve-se providenciar novas juntas, parafusos, arruelas e vedadores novos (NUNCA reutilize estes componentes). Providencie caixas de ovos (vazias, coloque os ovos na geladeira) para guardar os balanceiros, organizando-os de maneira que você possa montá-los na mesma posição em que estavam. Faça o mesmo com as varetas, utilizando uma caixa de sapatos com furos na tampa. Guarde estas peças num local bem escondido dos curiosos, para evitar que as peças sejam misturadas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.