Experiências – Civic 2005 – 1.7 16v


Boa tarde,

Recebi alguns e-mails de pessoas que me perguntaram se eu já dirigi carroso o suficiente para enriquecer a categoria “Experiências”.  Já dirigi tantos carros que se eu não escrever de como foi, algum dia vou acabar esquecendo.

Para muitos dirigir qualquer carro da Honda acaba se tornando uma tarefa bem dificil ou quase impossível… besteira, paradigma seria o termo mais correto, hoje em dia pode-se encontrar um Civic 2002 até 2006 (modelo antigo) por preços muito acessíveis, carro completo e confortável vou descrever aqui como o carro se comporta na cidade e na estrada.

Já dirigi muitos Civics, automático ou manual, vou tentar mesclar um pouco de cada neste post de forma que você caro leitor possa entender um pouco mais sobre a máquina.

Disponível nas versões EX, LXL e  LX, apenas com uma motorização (1.7 porém com uma variação entre 115cv e 130cv), na sua sétima versão está repleta de itens bem convidativos para disputar a liderança do mercado nacional.  Não preciso dizer que o carro vem com ar condicionado, direção hidráulica de série, certo?

Carro muito confortável, excelente potência e consumo bem baixo. Fiquei algumas semanas com uma versão automática com banco de couro e freios ABS (Versão EX). Apenas do câmbio de 4 marchas o carro possui boa arrancada e estabilidade na estrada e na cidade, quase não se sente os “solavancos” dos câmbios automáticos.

Disponível apenas na versão com 4 portas, não tivemos a sétima geração na versão coupê (somente as versões mais antigas – japonesas). O Civic no Brasil sempre acompanhou o design mundial da Honda, algumas vezes com atraso. A Toyota adota a mesma estratégia no mercado nacional, onde encontra-se o Corolla nos EUA com o mesmo Design do Nacional.

O rádio do Civic assim como em muitos carros atuais é totalmente fixado no painel, inibindo a ação de criminosos, os comandos do rádio e ar condicionado estão de fácil acesso e não são complicados de regular.

A versão coupê do Civic não muda exatamente nada para a nacional 4 portas. As rodas são aro 15″ e possuem um design limpo.

O parachoque dianteiro possui as entradas para faróis de milha, porém poucos proprietários na época adotaram o acessório ao retirar o carro da concessionária.

O automático nacional possui piloto automático, que para se dirigir na estrada torna a viagem bem menos cansativa. O carro é extremamente silencioso e sua suspensão mesmo em terrenos irregulares não faz com que o carro fique barulhento demais.

Repare nos comandos do volante para o piloto automático. O câmbio da foto acima é manual (versão americana – não disponível no Brasil). Porém o design até mesmo interno do carro é exatamente o mesmo que o nacional.

O carro mostrou muito confortável e com um motor muito silencioso, logo de cara poucos arriscariam que o carro possui 5 anos de idade, somente para quem conhece o carro, porque mesmo após esses anos continua sendo uma boa compra no mercado de semi-novos.

Abraços

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.