Aerofólio – Útil ou Perigoso?


Boa noite

O Aerofólio é uma peça com a finalidade de embelezar e dar uma aparência mais esportiva para o carro. Alguns modelos de competição tem a finalidade de dar estabilidade aerodinâmica ao carro.

Aerodinâmicamente, em carros de passeio, o aerofólio não possui vantagem nenhuma pois estes são projetados e limitados para faixas de velocidade onde não haja influência da força de sustentação na estabilidade do veículo, ou seja, a relação força de sustentação/peso é muito baixa. Portanto sua aplicação é restrita a benefícios estéticos, dando um ar de esportividade e agressividade.

Na Fórmula 1, a asa “invertida” montada sobre os eixos dianteiro e traseiro geram força de sustenação, mas o sentido desta força gerada é o de empurrar as rodas para o chão. Desta forma, adicionando-se carga aos eixos do carro, a aderência entre pneu e asfalto aumenta. Isto ocorre pois esta aderencia é função do coeficiente de atrito entre as partes (mantido constante) e a força normal resultante (aumentada com o efeito do aerofólio).

A vantagem da utilização do aerofólio quando comparado a adição de massa é que, pela razão óbvia, diminui-se a relação peso/potência.

O princípio de funcionamento dos aerofólios é bastante simples: quanto maior for a sua inclinação, maior será a pressão sobre as rodas (downforce), aumentando a aderência nas curvas mas diminuindo a velocidade nas retas.
Apesar de existirem apenas duas peças (dianteira e traseira), são muitas as variáveis de ajuste possíveis: as asas dianteiras controlam a estabilidade nas curvas e a traseira define a velocidade final nas retas. Como a regulagem de uma asa interfere na outra, o piloto terá que encontrar um ponto de equilíbrio entre o desempenho nas curvas e retas do circuito. Será o cronômetro quem decidirá o ajuste ideal.

Primeiro equilibre a carro. Evite excesso de aderência na dianteira ou na traseira, ou vice-versa.
Secundariamente, é necessário ajustar o carro inteiro de acordo com a natureza do circuito, todo o tempo tendo em mente a equilíbrio entre dianteira e traseira.


Quanto mais downforce você ajustar ao carro, melhor desempenho em curvas, mas será mais lento retas. Alternativamente, reduza o downforce e o carro será menos eficientes em curvas, mas mais veloz nas retas. É necessário achar um compromisso satisfatório.

A utilização de aerofólio para carros de passeio é meramente decorativa, em alguns casos a má utilização desse acessório poderá tornar o carro mais pesado na traseira e como consequência o veículo poderá consumir mais combustível.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.