Quando trocar as Pastilhas de Freio?


Boa noite

Essa deve ser a pergunta de todo grande curioso, dirijo o carro diariamente, o freio funciona muito bem durante meses, mas qual é o período de troca das pastilhas? Certa vez um amigo meu comprou um Ford Fiesta Hatch (modelo antigo) e devido a falta de manutenção deste importante item o disco de freio acabou sendo deformado e com isso teve que arcar com o custo elevado de um kit completo de freio.

Alguns amigos meus falam que o período de troca ideal é quando a pastilha começa a gritar quando o pedal do freio é acionado eu particularmente prefiro realizar a troca antes de qualquer grito vindo do freio…

As pastilhas e lonas de freio são usualmente fabricadas de um composto de fibras sintéticas (antigamente de amianto, que deixou de ser utilizado por ser insalubre), metais e resina, com maior ou menor grau de dureza. Quanto mais duras e resistentes ao atrito, mais eficaz é o seu desempenho, mas paralelamente, mais rapidamente desgasta os discos e tambores. Além disso, materiais com maior grau de dureza trabalham melhor com temperaturas mais altas. Pastilhas ou lonas com menor grau de dureza, ao contrário, freiam bem mesmo quando frias, mas são sensíveis demais à elevação de temperatura, perdendo eficiência quando usadas seguidamente e desgastam-se com rapidez. Assim, é necessário encontrar um equilíbrio na dureza e na composição do material para obter freiadas seguras em quaisquer condições.


Muitos motoristas esperam que o carro comece a fazer barulho na frenagem, para então trocar a pastilha. O ruído indica que a pastilha ficou fina demais, propiciando o atrito de ferro com ferro, o que gera sulcos no disco. Neste caso, não só a pastilha terá de ser trocada, como também o disco, dobrando os valores gastos com a manutenção.

Alguns carros possuem um sensor que indica quando a pastilha deve ser trocada, outros possuem um dispositivo físico que fará o barulho quando a pastilha estiver desgastada e outros carros mais antigos não possuem nada além do bom senso do motorista.

É sempre bom verificar condições das pastilhas a cada 5.000 km e trocá-las quando chegarem a espessura de 2 mm o que ocorre geralmente a cada 30.000 km. Para garantir uma boa frenagem, é aconselhável que os discos sejam verificados estes geralmente suportam até duas trocas de pastilhas sem problema algum.

Obrigado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.