No meio do caminho….


Boa noite,

No meio do caminho tinha uma pedra … no meu caso era uma caixa d’água no meio da estrada. Viajando de Barretos para SP pela Rodovia dos Bandeirantes havia uma caixa d’água parcialmente destruída na rodovia.

Bom o objetivo deste post não seria apenas reforçar que todo cuidado nas rodovias são poucos, mas que imprevistos realmente acontecem, podemos esperar uma animal morto no meio da rodovia, um carro quebrado, uma carcaça de pneu destruído… mas uma caixa d’água de 2mil litros é bem dificil de acontecer com todo mundo.

Por volta das 22 horas do sábado, 17 de setembro, havia uma caixa d’água gigante na pista central da rodovia, quando se viaja sozinho na rodovia, a melhor faixa é justamente a central, porque você tem 1 faixa para cada lado para pode desviar o carro no caso de um imprevisto, e foi na prática que eu senti toda diferença em dirigir na pista do meio.

Normalmente as pessoas destras (como eu) possuem uma facilidade maior em desviar o carro para o lado esquerdo, não sei explicar os reais motivos, só sei que realmente na prática isso acontece, provavelmente por medo de derrubar algum motoboy na direita o “sentido aranha” empurra você para a esquerda.

O que mais me impressiona é que na rodovia dos Bandeirantes, que é uma das melhores da América do Sul, ter este tipo de obstáculo podendo causar um acidente de grande proporção, o carro que eu estava não possuía o sistema Sem Parar, logo eu tinha todos os comprovantes de pedágio, com o telefone da AutoBan para poder registrar minha reclamação.

A caixa d’água estava no km 67 sentido S. Paulo, quando ligamos para o telefone 0800-055-55-50 a atendente atendeu logo no primeiro toque, quando informamos o local do obstáculo, a atendente prontamente respondeu: “Já fomos informados do obstáculo na pista, enviamos 2 viaturas para retirar e já identificamos a placa do veículo que derrubou o mesmo”.

Não precisei falar mais nada, eu achava que aquele monte de câmera espalhada na rodovia não seria de nada, para a sorte de todos elas servem para algo, espero simplesmente que o caminhão ou pickup que derrubou aquela merda  caixa na pista seja severamente penalizado.

A 120km/h encontrar uma caixa de 2 mil litros, parcialmente destruída, foi um grande desafio ao volante, principalmente porque haviam destroços dela nas 3 faixas o que dificultou a manobra.

Conversando com alguns amigos meus eu me senti no jogo Burnout Revenge do PS2, câmera lenta para pensar em algo que não afetasse minha família e também o carro (nesta ordem).

Eu daria uma nota excelente para a Autoban, porém como eles já haviam sido informados do obstáculo, achei demorado o tempo de resposta em realizar a retirada do mesmo da rodovia.

Ela poderia ter caído lá a alguns minutos, os pedaços espalhados poderiam ter sido causados por algum carro que tivesse batido ou simplesmente pela queda do veículo… não dava para saber o correto, tentei acessar o twitter agora para realizar minha reclamação, porém o Twitter está sobrecarregado,

Vou postar um vídeo legal da Banda Avenged Sevenfold, indicação do meu amigo Max, no clipe não sei ao certo mas acho que o carro da abertura é um Chevrolet Impala, um clássico V8 vendido nos anos 60 nos EUA, aqui no Brasil não tivemos o ar da graça deste muscle car, mas tivemos o Opala que tinha linhas bem parecidas, porém mais simples e de um porte menor, equipado com um motor de 6 cilindros em linha.

 

Obrigado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.