Carros abandonados: Kombi


Boa noite,

Eventualmente eu mudo o caminho do serviço para casa e vice-versa, sabe aquela sensação de encontrar sempre o mesmo carro no mesmo lugar todos os dias? Olhar para o vidro marrom, pneus descalibrados, volante desalinhado, o carro coberto de folhas e abaixo dele seco, como se o sol não batesse a muito tempo?

Então… essas características são comuns em carros abandonados… largados pelos donos devido o excesso de multas, manutenção muito cara, pode ser até mesmo um caso de carro roubado e largado pelos bandidos…. se o carro for de outro município então, melhor chamar a polícia para verificar.

Na região onde moro, não é diferente do resto da metrópole, encontrei um Fiat Uno, provavelmente fabricado no final dos anos 80, com boa parte da funilaria castigada pelo excesso de sol…. Não dá para saber os reais motivos que fizeram o dono largar o carro neste estado deplorável.

Mas o coitado do Uno, que possui manutenção acessível e realmente é uma opção para quem não prefere andar de ônibus, foi largado de forma misteriosa na rua. A placa do carro foi mantida e por se tratar de um Uno não posso concluir que se trata de um “carro de fuga” mesmo porque a mecânica do Uno, embora seja durável não possui bons números de desempenho.

A prefeitura de São Paulo, quando realiza uma força-tarefa, começa a retirada dos carros abandonados, estes carros são levados para o pátio da polícia civil e após 90 dias, se o dono não retirar o carro, o mesmo será leiloado em 90 dias.

Mas quando o carro é guinchado e o pátio está lotado, acontece o que a foto acima demonstra… os carros são empilhados, tornando o processo de recuperação do veículo quase impossível. Alguns carros são bem legais, já vi Mercedes e BMW abandonados na rua, o dono poderia vender o carro em um ferro-velho ou vender boa parte dele para desmanches especializados, claro que eu não preciso mencionar que é necessário realizar o famoso procedimento de Perda Total no Detran (dar baixa no carro…).

As fotos do Uno eu irei publicar na próxima semana, ontem eu encontrei uma Kombi abandonada, praticamente nova, não entendi o que faria alguém largar um carro comercial em uma rua. A prefeitura colou diversas notificações no carro informando o proprietário sobre a remoção do veículo em 5 dias úteis… como a foto foi tirada no sábado, provavelmente eu não encontrarei mais a Kombi largada na rua…

Vejam a notificação da prefeitura

Eles poderiam ter sido mais discretos chamando de sucata ao invés de entulho rs

Em São Paulo (telefone: 1188) e Belo Horizonte (telefone: (31) 3277-6500) existe um serviço bem útil para os donos esquecidos.

Localize o carro guinchado pela prefeitura através do link abaixo:

http://www3.prefeitura.sp.gov.br/smt/pesqveic/Pesquisa.aspx

http://servicosbhtrans.pbh.gov.br/bhtrans/servicos_eletronicos/multas_veiculos_no_patio.asp

No Rio de Janeiro havia um link específico para a busca de carros, mas acho que a quantidade de carros é tão grande que o site caiu rs, na dúvida ligue para (21) 3293-1700 e verifique se o seu carro está perdido na cidade maravilhosa.

Segundo o G1, o dono deve arcar com os seguintes valores

O dono deverá  ainda pagar a multa pelo guinchamento e a diária da estadia no pátio. Este valor muda de acordo com cada cidade. Em São Paulo, o proprietário paga R$ 375 de multa pelo reboque e mais R$ 29,40 por cada dia em que o automóvel ficar no pátio do Detran. No Rio, a taxa é de R$ 99,99 mais a diária de R$ 40,40. Em Belo Horizonte, a taxa de remoção é de R$ 128,86 e a diária começa em R$ 17,18 e vai aumentando gradativamente.

Obrigado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.