Turbinei e agora?


Boa noite,

Acabei de turbinar o meu carro, acelero forte, freia bem, excelente retomada, o ronco do carro dá para ouvir a pelo menos 2 quarteirões da minha rua, gastei uma boa parte da minha poupança para tornar o meu carro único, exclusivo e ainda de quebra deixar para trás mais da metade da frota circulante do estado onde moro….

Este tipo de atitude é muito comum para quem acabou de turbinar o carro, mas e agora? como manter o brinquedo em excelentes condições de uso? Normalmente quando se fala isso para um novo proprietário a resposta mais comum é manter o mesmo plano de manutenção do carro na época em que ele estava com os componentes originais.

Este tipo de pensamento está muito incorreto, principalmente porque dependendo da “puxada” que você der no carro, imediatamente você terá que revisar algum componente, o carro foi projetado para manter os níveis de rotação dentro de um limite estabelecido pelo fabricante, quando você turbina, foge (e muito) das especificações e ainda por cima tem o famoso risco de quebra.

O Marea turbo sempre foi vítima pela falta de manutenção, tornando comum encontrar este modelo por preços bem acessíveis no mercado.

Instalei Pistão e Biela Forjada, preciso me preocupar tanto assim? Com certeza, ainda mais porque o kit forjado não é barato e ele sendo forjado não isenta o carro de quebra, muito pelo contrário, esta sensação de conforto causado por componentes forjados fazem que por diversas vezes o pistão “rasgue” o capô do carro.

A manutenção do carro que antes era realizada 1 vez por ano, agora é realizada a cada trimestre, não pense que gastando 5mil ou 10mil no motor irá mudar este tempo de manutenção, se você turbinou o carro sabe que ele não foi feito para andar “na manha”, já cansei de ouvir pessoas falando que tem carro turbo e só anda na manha…. lembre-se que a turbina só trabalha em rotações altas e isso você só consegue se descansar o pé no acelerador.

Outro dia dirigi um Santana 2.0 Turbo, que estava manco por falta de manutenção, o motor tinha tanta folga que dava para sentir a vibração do motor indo para a cabine, o voltante estava inseguro, sintoma de que os pneus não estava calibrados de forma correta, isso acontece para quem dirige o carro somente aos finais de semana, para evitar isso o mais indicado é encostar o carro no posto assim que tirar ele da garagem.

Vejo muitas pessoas reclamarem da luz do óleo que acende e não apaga mais, isso normalmente acontece porque as pessoas fazem a troca de óleo utilizando um óleo mais grosso,o ideal é óleo 100% sintético que além de fazer a lubrificação do motor ele também fará da turbina.

Segundo o site MotorOnline a manutenção básica é feita nos seguintes componentes:

Quem pretende incrementar ainda mais a potência do carro, não pode esquecer de que não é apenas o motor que precisa receber atenção. O veículo precisa passar por uma revisão completa, incluindo o sistema de direção, freios, suspensão e refrigeração, pois com as alterações do propulsor o carro terá um outro comportamento dinâmico. Também é interessante que os motoristas façam as trocas de óleo e filtros nos prazos recomendados pelos fabricantes. Além disso, vale a pena sempre conferir se o nível de água do radiador está completo, já que os componentes do propulsor serão muito mais exigidos.

Obrigado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.