Experiências – Viação Andorinha


Bom dia,

Eu normalmente, costumo postar avaliações/experiências de lojas e serviços automotivos, estarei publicando aqui um artigo um pouco diferente dos anteriores, estarei falando de uma experiência em utilizar os serviços de transporte da Andorinha.

Devido ao feriado de 7 de setembro e como estou sem carro ainda, só me restaram 2 opções, absurdos R$ 780,00 praticados pela Gol na véspera de feriado ou uma empresa de Ônibus qualquer, porém como eu prezo pela qualidade do serviço e segurança, não posso escolher uma empresa qualquer.

Para o percurso que eu realizo eu tenho 2 opções de ônibus a Motta ou a Andorinha, a primeira é um exemplo de péssimo atendimento e respeito com o consumidor, no passado já tive problemas quanto ao cumprimento do horário e acabou me prejudicando em grande estilo.

É importante falar da Motta, porque eles fazem um trajeto e no site não consta o mesmo, não sei exato o motivo e não quero me precipitar mas não me parece algo correto, vender uma passagem pelo site/telefone/guichê e este destino não constar no catálogo….

A Andorinha por sua vez, nunca me deu problemas, ônibus novos, qualidade no serviço e no atendimento. Engano meu…. tive neste Domingo (09/09) a infelicidade de passar por toda dor de cabeça que nem uma crise de enxaqueca me daria…

Imagine você trocar de ônibus 4 vezes para fazer uma viagem de 600km, sendo que para cada troca de ônibus, pelo menos 1 hora de viagem foi jogada pelo ralo? Parar no acostamento da rodovia e o prazo de um novo ônibus de 20min se transformar em 1h:30? Quem é o monge que possui esta paciência? Ao entrar em contato com o 0800 a informação passada pelo motorista de que um ônibus chegaria em 20min não era verdade… quase explodi quando ouvi essa notícia.

O destino era claro para todo mundo, a cidade de São Paulo nunca se tornou tão longe, me lembro de uma piada dos radialistas da Jovem Pan em falar que Presidente Prudente é a cidade mais longe do Brasil, não importa onde você esteja, Prudente se4rá a cidade mais longe de você…. entendi a duras penas o que isso significava. Falando em penas…. a Viação Andorinha, poderia se chamar Viação Pombo, oferecer um ônibus sem ar-condicionado, sem água e sem qualidade, não pode ser algo digno de Andorinha, mas sim de Pombos que são verdadeiros ratos com asas.

Os ônibus fornecidos pela Andorinha estavam em uma condição de uso que até a frota de semi-novos disponibilizado para venda deles estava em melhor condição de uso. Eu se fosse funcionário da Andorinha teria vergonha de vestir o uniforme da empresa.

Ônibus 5154

A primeira torca ocorreu devido a um problema mecânico, que por negligência da empresa não realizou a manutenção periódica no veículo, tal fato é verídico que era perceptível o cheiro de óleo queimado proveniente do motor do veículo (ônibus 5154). Um segundo ônibus foi prometido em 20min, porém este chegou em 1h:30.

O segundo ônibus, era ainda pior do que o primeiro, fisicamente era velho e o ônibus apresentou um problema no ar-condicionado, fazendo com que a viagem até a cidade de Assis (+100km) fazendo com que a viagem ficasse totalmente desconfortável, principalmente porque na tarde de ontem a temperatura estava acima de 30ºC e a sensação térmica estava próximo de 40ºC. (ônibus 5227).

Ar condicionado quebrado

O terceiro ônibus, saindo da garagem da Andorinha, percebia-se a dificuldade do motorista em engatar as marchas e logo na saída tivemos que descer novamente e embarcar em um outro ônibus, este ônibus estava em péssimas condições de uso, a hack de teto onde ficam a bagagem de mão estava se soltando e o suporte das tv’s de tudo, haviam só a carcaça. Este ônibus estava sem água. (ônibus 5023).

Jeitinho Brasileiro

O quarto e último ônibus, era o mais novo dos 4 ônibus, porém o ônibus parecia uma escola de samba, a cada irregularidade no asfalto o ônibus trepidava e internamente fazia muito barulho.
Este ônibus estava sem água fria para consumo (ônibus 5173).

A previsão de chegada em SP era 20:30, chegamos as 00:30, e não havia mais metrô (Barra Funda) disponível para retorno.

Vou deixar aqui a minha reclamação no site ReclameAqui e estou aguardando um posicionamento da empresa perante desastre.

http://www.reclameaqui.com.br/3524393/empresa-de-transportes-andorinha/manutencao-dos-onibus/

Até o final da tarde eu complemento o post com mais fotos.

Obrigado

5 thoughts on “Experiências – Viação Andorinha

  1. maria disse:

    andorinha é uma vergonha !!! tenho pavor em andar neste onibus !!
    a última vez que vim de rio preto pra franca pensei que fosse morrer.
    sim ! verdade ! motorista já dormiu no caminho, ar condicionado quebrado, atrasos, problema na suspensão, etc. o onibus balança de um lado pro outro sem parar. penso que esta empresa deveria ser interditada !!!!

    • maria disse:

      e isto sem falar no cheiro horrível deste ônibus !! estou sem carro e não vou ver minha familia em rio preto no carnaval simplesmente pq não tenho coragem de andar neste ônibus …………………………………………………………………………………..

  2. Carlos Correa disse:

    André, viajar nos feriados prolongados demanda alta dose de paciência, seja de ônibus, avião ou carro, porque 100 milhões de pessoas estarão fazendo trajetos similares e ao mesmo tempo; não há avião suficiente, não há ônibus suficiente, não há estradas suficiente pra atender essa demanda simultânea… A população cresce, tem acesso a bens e quer desfrutar, mas o Estado não fez a parte dele que seria construir auto-estradas com mais pistas, aeroportos maiores e rodoviárias mais aptas assim como exigir melhor atendimento pelos concessionários, o que se chama de infra-estrutura.
    Acabamos assim: cada feriado, final de ano, carnaval, é uma situação de guerra, temos que presenciar e conviver com fatos desagradáveis que seriam imperdoáveis e passíveis de reparação se fosse um dia normal, onde não caberiam as desculpas.

    • Carlos, boa tarde. Obrigado novamente pela participação.
      Concordo plenamente com as suas palavras, porém existem formas de remediar o transtorno, deixando o trânsito o único causador de stress em viagens.

      Frequêntemente vejo diversos guinchos da Porto Seguro e Itaú Seguros nos principais trechos de acidentes das rodovias nos feriados prolongados, historicamente falando diversos carros que sofrem com a falta de manutenção preventiva é um dos principais causadores de acidentes e trânsitos nas rodovias, devido a grande quantidade de incidentes, as seguradoras já trabalham de forma pró-ativa.

      As datas de feriados é algo comum para todo mundo, o que as empresas fazem é deslocar uma quantidade de ôninus maior para os trechos de maior demanda, no meu caso foram deslocados 4 ou 5 ônibus em um intervalo de tempo curto, eu tive a infelicidade de pegar o primeiro e chegar em último. Ao invés de ter um planejamento porco pensando só em quantidade, as empresas tem que rever as políticas de revisão dos veículos e deixar ônibus de empresas parceiras em “stand-by” em caso de imprevistos.

      É comum vermos nas estradas ônibus sub-contratados com os dizeres “A serviço de Fulano de Tal”, estes deveriam ser usados em casos urgentes como foi o meu.

      O que eu acho inadmissível é o fato de uma empresa de viação, grande e renomada como a Andorinha fornecer 3 ônibus em péssimo estado de conservação para fornecer um serviço pago. O trecho percorrido pela Andorinha (Capital x Interior) é realizado por diversas pessoas de idade e crianças, vi com os meus próprios olhos, um casal de crianças, com sede, no acostamento da estrada e não terem água para beber porque a água do ônibus estava tão quente (de sol mesmo) que com certeza algum “efeito colateral” teria causado.

      A arrecadação de impostos através dos pedágios é um absurdo, não vejo uma despesa tão grande que a arrecadação de impostos não possa absorver. Vejos nos noticiarios que as concessionárias das rodovias sofrem com a falta de investimentos do governo federal e a solução é privatizar e aumentar os pedágios. O crescimento desordenado e a “facilidade” na aquisição de carro zero, acabam prejudicando o trânsito diretamente.

      Como disse um dos passageiros, “jumento, carro velho e mulher ciumenta, só o dono aguenta”

      Novamente agradeço a sua participação.

      Abraços e boa semana.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.