Dia 23: C4 Hatch


Boa noite,

Chegando a quarta semana com o C4 Hatch e até o momento só alegria, o carro não apresentou nenhum problema, inclusive tive a oportunidade de andar em diversos carros essa semana, comparando com carros do mesmo ano, o C4 apresenta um isolamento acústico muito superior a qualquer outro carro da concorrência.

Neste período dirigi também um Honda Fit e pude constatar que a direção elétrica do monovolume japonês dá um show a parte, realmente é muito mais leve do que a direção hidráulica dos carros populares e no caso do C4 eletro-hidráulica.

O Fit merecia um motor mais valente, o 1.5 é excelente para a cidade e dá conta do recado na estrada, mas quem busca uma pegada um pouco mais forte o carro deixa a desejar, irei no salão do automóvel amanhã para conferir de perto a versão Twist que possui uma pegada mais aventureira.

Voltando ao C4, essa semana abasteci no posto Shell e coloquei o famoso etanol aditivado, o frentista disse que a diferença seria 10cents no litro, acreditei no golpe e enchi o tanque, sei que a diferença é pequena, mas nada me convencia que etanol aditivado seria uma opção viável para o mercado.

Só um detalhe: Descobri que o porta garrafas do C4 não segura nem uma garrafa d’água.

Hoje choveu pra caramba em SP e a temperatura agora a noite está algo em torno de 24º (Ui! rs) no estacionamento vi 2 carros abastecidos com Álcool que sofreram para dar partida – Um Honda Civic e um Chevrolet Astra. Na verdade no estacionamento só haviam 10 carros e no momento em que eu estava saindo os outros 2 também estavam. Vi que no caso do Astra o motorista tentou 2x dar partida sem sucesso, esperou um pouco e ligou o carro.

O Civic deu uma chorada mas acabou pegando.

Não sei se foi o fato de eu estar usando aquela cachaça aditivada, mas o C4 não sofreu nem um pouco para ligar, normalmente eu deixo tudo desligado antes de dar partida – ar condicionado, som e farol – mesmo sabendo que o carro desliga e liga tudo automático eu não confio, acho que a carga inicial de energia é muito alta e pode descarregar a bateria por ali mesmo.

Não tenho medições exatas ainda do Etanol Aditivado, até agora com velocidade média de 18km/h o carro está fazendo 5.6km/l esta medida é a mesma do Querosene comum das bombas paulistas e 1l a menos do que a Gasolina Adulterada Aditivada .

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.