Experiências: Kia Cerato


O Kia Cerato nasceu como hatchback, em 2000 virou sedan e tornou-se o carro da Kia mais vendido na terra do Obama – EUA.

Aqui no Brasil está presente desde a primeira geração (2003 ~ 2008), foi discreto nas vendas. A segunda geração (2008 ~ atual) começou bem, chegando a alguns meses a incomodar o Civic e o City, ambos da Honda, hoje em dia o carro não está no top 50 carros emplacados no Brasil (vide Fenabrave).

A mecânica permaneceu a mesma entre as gerações do Cerato, mas será que só a mudança visual convence o Brasileiro? Veja abaixo o comparativo e tire as suas próprias conclusões.

Tive a oportunidade de dirigir as 2 gerações do carro, e por muita sorte, encontrei as 2 lado a lado para poder fazer este comparativo visual.

A KIA e a Hyundai contrataram designers renomados no mercado automobilístico para renovação de seu line-up de produtos. A diferença entre as versões do Cerato são gigantes e realmente dão uma impressão de avanço tecnológico muito maior do que apenas um face lift que estamos acostumados a ver nas ruas.

Vamos aos detalhes visuais dos carros, começando pela frente que deixou o carro bem mais agressivo do que a geração anterior.

1ª Geração  2ª Geração

A segunda geração do Kia Cerato vai de encontro a uma tendência mundial de design de carros, faróis agressivos e esticados.

O jogo de rodas também mudou completamente, saltando de 15″ para 17″ na versão top do modelo.

1ª Geração

2ª Geração

A primeira geração do Cerato, preza mais pelo conforto, os pneus utilizados possuem uma altura elevada comparando com a segunda geração que possui um estilo mais esportivo. Para ambos os modelos o pneu original é Kumho – original importado da Coréia.

A traseira da nova geração exibe a ponteira de escapamento e a lanterna traseira ficou muito parecido com o Civic – na minha opinião o carro inteiro foi copiado da Honda…

1ª Geração

2ª Geração

Infelizmente eu não tenho fotos internas do primeira geração do Cerato.

Hoje o Cerato vem equipado com um motor 1.6 de 126cv de potência, apresenta bons níveis de potência e consumo, embora o carro seja somente Gasolina o que demonstra pouco interesse da montadora em nacionalizar o modelo. O consumo fica algo em torno de 10km/l na cidade e 15 km/l na estrada, claro que estamos considerando pouco trânsito e condições adequadas de trânsito.

O Porta malas do novo Cerato é maior do que o da geração anterior, são 415 contra 345 do irmão mais velho, o índice de roubo de ambos os carros também é baixo, logo o seguro acaba se tornando bem acessível.

Cuidado ao comprar as versões antigas, o Cerato 2ª geração passou por uma mudança leve, o câmbio agora é de 6 marchas (o antigo era 4 na versão AT e 5 na MT).

Este slideshow necessita de JavaScript.

Se você ficou interessado em um Cerato, pense também em um Honda City.

Obrigado

3 thoughts on “Experiências: Kia Cerato

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.