Como documentar um carro antigo


Boa noite,

Iniciarei agora em Novembro uma nova saga… Documentar um carro antigo, alguns podem achar que é loucura e que é impossível.

Se você possui um carro antigo, alienado a um banco falido, cujo proprietário faleceu a mais de 10 anos e seus herdeiros não movem um músculo para ajudar ou você simplesmente não sabe quem são, este tópico (a saga) será feito especialmente para você.

carro-abandonado

Somente para recapitular o que eu já havia escrito a algumas postagens antigas, todos sonhamos com carros, carros no geral despertam nossa atenção e o nosso interesse, seja ele turbinado ou original, tuning ou clássico… independente do estilo somos todos apaixonados por carro.

Não existe algo que defina isso, talvez loucura seja o termo mais adequado, gastar rios de dinheiro com peças, mão de obra e serviço para um bem que só traz satisfação pessoal e em alguns momentos reconhecimento externo.

Como transformar um carro velho em um carro antigo?

A resposta dessa pergunta é simples… com dedicação e muita força de vontade. Realizar um sonho de infância ou até mesmo um desejo que despertou depois de velho não tem preço.

Andar com o carro do ano ou um clássico? alguns preferem o carro do ano… mais completo, econômico e confortável.

Mulheres no geral detestam carros antigos, raramente você encontrará uma que tenha esse gosto tão particular, na grande maioria dos casos a sua família nunca tocará neste assunto e quando o assunto vier a tona você será alvejado de críticas.

Você encontrará facilmente excelentes carros clássicos, por incrível que pareça a grande maioria que eu tive a oportunidade de ver em excelente estado não tinha qualquer documento, nem um simples recibo de compra e venda…

Proprietários falecidos que deixaram um legado pelo qual a família pouco se interessa…. e quando se interessa são muitos os herdeiros e raramente você conseguirá unir todos para assinar contratos, termos e recibos….

O que fazer nestes casos? Comprar ou deixar o mofo e a ferrugem tomarem conta?

Será bem comum você encontrar um carro da década de 70 nestas condições, isso se deve porque antigamente era muito comum as famílias terem muitos filhos… carros como Opala, Dodge, Maverick, Landau eram carros de luxo o perfil da grande maioria das famílias que tinham estes carros era possui no mínimo 3 filhos, falo isso porque todos os casos que eu vi de carros sem documentos, dava para contar quais tinham menos do que 5….

documento-carro

O problema (depende do ponto de vista) é que a definição de herdeiro inclui até o vizinho… desce tantos níveis da árvore genealógica que se um dos herdeiros já faleceu, seus filhos e filhos dos filhos terão um percentual em cima do bem (complicado).

Desista se você tem pressa… a pressa é inimiga do antigomodelismo, de fato é preciso ter calma, educação e frieza para lidar com este tipo de situação. Pode ser que depois de 1 ou 3 anos de muita luta você chegue a uma conclusão de que o carro deve virar um carro de arrancada (infelizmente). Correr o risco de andar com um carro sem documento e ser parado em uma blitz…. perder tudo aquilo que você montou com dedicação, sinceramente não vale o risco.

Acompanhem e se possível comentem este artigo.Vou escrever estes tópicos na medida em que eu vou evoluindo (ou regredindo), alguns deles vou pedir para vocês pedirem os detalhes por email porque provavelmente não poderei comentar aqui.

Dica de música:  Led Zeppelin – Stairway To Heaven

Obrigado

Xtreme Motorsports 2013


Boa noite

Acabo de retornar de mais uma edição do Xtreme MotorSports, evento que acontece na cidade de São Paulo – anualmente no Centro de Exposições Imigrantes – e tem como proposta o Tuning, Performance e Carros Antigos.

Este ano é com pesar que eu informo que não foi uma boa edição, talvez o Tuning esteja caindo no conceito do povo, alguns projetos de extremo mal gosto estavam expostos e os expositores não estavam dispostos para sanar dúvidas ou conquistar um cliente para futuros projetos.

Alguns motores estavam mal montados e outras rodas foram colocadas de imediato para o evento, nunca vi um Sedan com aro 18 andando na altura de SUV… típico de carro montado as pressas. Antes o evento era recheado de novidades, este ano vi poucas… outro ponto é que o monopólio do Batistinha estava montado ali, nenhuma outra empresa de Funilaria e Personalização estava presente e se estava, sinceramente não apareceu no click das 400 fotos que tirei hoje a noite.

O evento foi salvo pelos carros clássicos, diversos estavam espalhados, uma ala do Centro estava destinada a Fuscas, Kombis, Brasílias e Hot Hods… alguns Mavericks e tímidos Opalas marcaram presença.

Vi diversos carros com placa preta… porém a grande maioria estava bastante customizado… uma coisa é ter o carro placa preta e trocar as rodas… outra coisa é ter uma pintura que não é de época, acessórios e mecânica não compatível com o carro… mas é a vida, enquanto isso estou lutando para manter a originalidade do meu VW.

Obrigado

Limitador de Velocidade e Piloto Automático – C4


Boa tarde,

Vou tentar explicar detalhadamente como funciona estes 2 recursos presentes na versão mecânica do C4 (Hatch ou Pallas).

Ambos os recursos: Limitador de Velocidade e Piloto Automático são mais conhecidos em carros automáticos, são raros os carros manuais que possuem estes recursos, vamos aos detalhes.

 

Limitador de Velocidade:

Quando configurado o carro não ultrapassa a velocidade definida.

Eu gosto deste recurso porque evita com que o motorista fique com sono e diminui as chances de tomar uma multa. Você poderá ficar com o pé “embaixo” e o carro não irá ultrapassar o limite.

Existem alguns riscos, tais como uma ultrapassagem (principalmente carreta) o ideal é desligar o recurso na ultrapassagem, quando se está a 120km/h e precisa ultrapassar uma carreta, pelo menos um pico de 140km/h você precisa atingir. Já teve alguns casos que eu tive que chegar a 150 km/h porque o motorista acelerou junto comigo na descida (#daputa_style).

 

Piloto Automático

Este é excelente para quem teve uma câimbra, o carro acelera sozinho na subida e na descida ele controla a velocidade, as vezes ele ultrapassa 2, 3 km/h mas é extremamente normal, é preciso estar bem acostumado para usufruir deste recurso, porque são poucas as pessoas que conseguem manter a mesma velocidade por uma viagem longa. Normalmente nos últimos quilômetros da viagem o motorista está fadigado e para ele os 120km/h parece ser bem mais do que está registrado no painel.

Diferente de carros de luxo o sensor dianteiro disponível nas versões Exclusive não identifica se o carro está prestes a bater em algo (somente na primeira marcha).

VolanteC4

 

Para utilizar é simples, ao lado esquerdo do volante existe um botão giratório com as informações LIM — 0 — REG

Ao lado os botões de controle SET+ e SET-

O LIM é o limitador de Velocidade e o REG é o Piloto Automático, basta selecionar a função e configurar a velocidade limite ou automática.

No painel aparecerá a informação “off” por default as opções ficam desligadas até que você configure corretamente.

Para acionar o recurso basta pressionar o botão PAUSE (acima do botão giratório).

 

 

Obrigado

 

31 Dias com o C4


Boa noite,

 

Algumas pessoas tem visitado cada vez mais o blog procurando conteúdo sobre o C4.

Eu criei a alguns meses atrás uma série de comentários sobre o C4 no teste dos 31 dias que eu fiz logo quando peguei o carro.

Na ocasião ele estava com 30mil km e hoje está com 60mil km (rodei aproximadamente 30mil km em 1 ano).

Todas as publicações eu marquei com a tag 31 dias.

Mas de qualquer forma o link abaixo contém todas as publicações que eu fiz naquela ocasião.

http://andrecerberus.com/tag/31dias/

Retrovisor_c4

Museu da Honda visto pela internet


Fonte: Rally de Velocidade

 

Museu da Honda visto pela internet

A partir de agora, os apaixonados por carros e memória, e que tem acessoa rede mundial de internet, podem visitar o Museu da Honda que fica sediado no Japão. A visita pode ser feita através site da Google no serviço Street View.

A iniciativa aconteceu após a ação de outra marca de carro, Lamborghini, também ter aberto as portas do seu Museu para a visita dos internautas.
O Museu da Honda foi inaugurado em 1998 na província de Tochigi no país japonês. Entre os modelos expostos estão modelos da F-1 que fizeram parte da carreira do brasileiro Ayrton Senna.

 

Vejam aqui no Street View o Museu da Honda

https://maps.google.com/maps?cbll=36.527148,140.226559&layer=c&cbp=12,185.3,,0,28.77&hl=en&ie=UTF8&t=h&panoid=kTjP68t9UCCz1qFqFrZtIA&source=embed&ll=36.527145,140.226565&spn=0.000627,0.001313&z=20