Opala SS4 – 78


Boa noite,

Vou tentar escrever o máximo que eu puder do meu novo projeto do Opala SS4 78. Tenho como meta uma preparação aspirada no GM 4 cilindros de forma bastante significativa. Um carro como o Opala SS não pode de forma alguma não ser notado por onde ele passar.

Existem diversos carros caracterizados como SS mas poucos (raros) são no documento, eu ou o feliz proprietário de um SS legítimo de chassi e motor. E ainda mais raro por ser um SS4, os mais comuns são SS6. Motores 6 Cilindros são mais famosos na internet. O que poucas pessoas sabem é que é possível extrair muita potencia nos motores 4 Cilindros da Chevrolet, ainda mais o motor 151S.

Vou começar falando um pouco do carro (comigo), se quiser saber um pouco do carro existem inúmeros artigos na internet e vários fóruns que podem falar sobre o carro originalmente falando. Está comigo desde 2013 e nunca coloquei a mão nele, fiquei 2 anos para regularizar o carro e deixar ele no meu nome, antes disso não fiz absolutamente nada.

 

Em 2015

Comprei o kit de ignição eletronica da marca Bosch, fiz isso porque originalmente o modelo 78 vem com platinado e como todo e bom platinado ele dá problema e não presta para os dias de hoje. Para não ter problema comprei um kit com jogo de velas, cabos, bobina, módulo e distribuidor. O kit saiu ao todo por R$ 500 Dilmas, não é um preço barato mas por se tratar de um kit novo e de marca boa com boas garantias e um bom histórico de qualidade eu preferi não abrir mão do produto.

 

Próximos passos

Estudei um pouco de como preparar um Opala 4 Cilindros, poucos são os materiais que temos na internet, consultei alguns especialistas no assunto e cheguei na seguinte receita, que espero começar a colocar em prática em 2016.

  • Coletor de escapamento 4×1
  • Kit com 2 carburadores Weber 40
  • Polimento dos Dutos de Admissão
  • Escapamento Completo
  • Kit de freios dianteiros e traseiros Power Brakes

Eu sou mais Old School vou manter a alimentação com carburadores, pensei em um kit Bi-jet para o carro, mas me falaram que não era uma boa opção para este motor. Que eu não teria o rendimento desejado. 1 Weber 40 seria o suficiente mas com 2 seria o demônio sobre rodas.

Ainda estou com dúvida quanto ao coletor, não sei se fico com 4×1 para ter uma arrancada maior ou 4×2 para ter uma acelerada mais longa. Preferencialmente para este tipo de carro eu prefiro ter uma arrancada maior, mesmo porque em uma puxada o melhor ganha nos 300m e não em 10km de pista.

O Lancer optei por 4x2x1 porque é a melhor configuração para o meu dia-a-dia e também para as pistas. No Opala quero uma resposta mais rápida, por isso um 4×1 seria o melhor, mas ainda não decidi 100%

O problema do kit de carburadores está no preço, vou ter que negociar bastante para fazer o carro.

Já tive freio da PowerBrakes, achei eles excelente, eu tive problemas na instalação inicial que foram rapidamente corrigidos, mas eu também não fui tão crítico como sou hoje.

Minha expectativa com o carro é chegar na casa dos 200cv (roda) e um ronco ensurdecedor (com qualidade) para ser bem representado na comunidade Opaleira. Um jogo de pneus está no orçamento, Cooper Cobra são o meu sonho, mas infelizmente não tenho certeza se eu terei R$ para bancar 4 pneus da marca. Queria um pneu no estilo muscle car com letras branca (puro charme) sei que temos pneus da marca coreana Kumho, mas eu particularmente ainda tenho um pouco de preconceito da marca. Este projeto precisa ser perfeito, quero um carro para que os meus netos se divirtam com ele.

Uma vez eu vi um Opala com a marcha embaralhando, aquilo era música para os meus ouvidos. O cheiro de gasolina estava no ar e aquilo sim era um carro de verdade. Não quero algo que faça somente barulho, quero um carro que seja performático nos mínimos detalhes. Vou tentar manter o visual o mai original possível, vou ver o que eu consigo fazer.

Um jogo de Bielas e Pistões forjados entrará no orçamento, porque o projeto começará com 200cv e o céu será o limite. Nada como ter um carro confiável para o dia-a-dia com força para poder expandir a potencia para aonde eu for desafiado.

Um tapa no visual também será necessário. Funilaria, pintura e tapeçaria são necessários.

Sem sistema de multimídia, som apenas do motor….

Obrigado

 

Anúncios

Carro do Leitor: Chevrolet Corsa


Boa noite,

Recebo com uma certa frequência algumas fotos de projetos automotivos, alguns em especial eu publico aqui no Blog como o Chevette, Clio e agora o Corsa do meu amigo Elmo.

A grande maioria dos projetos, seus respectivos donos acabam optando em alterar a estética do carro com itens e acessórios internos/externos. Poucos são aqueles que modificam a mecânica do carro para aumento de potência (Supercharger, Turbo ou Upgrade Mecânico).

No caso deste maravilhoso Corsa o recebeu um excelente motor 2.0 originário do Vectra/Kadett, este motor possui dimensões perfeitas para o cofre do Corsa, com poucas adaptações é possível fazer o mesmo. Acredito que o mais difícil neste caso seria a adaptação elétrica do carro, o câmbio pode ser um especial ou original dos Chevrolet 2.0

E se eu contasse que além do novo conjunto mecânico o carro recebeu uma turbina Biagio.50/.48 ? Ignorância pura para o pequeno Wind… que aliás em inglês significa vento, mas no caso do Elmo o carro está mais para um Tornado.

corsa_branco

Além da alteração mecânica do carro, suspensão foi perfeitamente trabalhada e um novo jogo de rodas esportivas que eu acabei esquecendo de perguntar, mas aparentemente é um jogo aro 16″ com pneus baixos 40 ou 45 de altura.

Um Body Kit no estilo Bad Boy foi montado no carro e os retrovisores foram trocados pelo conjunto que eu conheço como M3. Tanta potência está unida com bastante segurança, Barra estabilizadora, Freios do Vectra 16v fazem parte do conjunto.

Espero que em breve o Freio Traseito do Kadett/Vectra A seja adaptado para ancorar esse excelente exemplar.

Parabéns Elmo, este carro deve com certeza dar muita alegria em seus passeios.

100_2557 100_2599

O carro do Elmo está extremamente organizado, o cofre do motor está limpo e organizado, nenhum vazamento de óleo, o kit está tão bem montado que parece um kit original para Corsa.
482597_438312629587974_1850752454_n

O exemplar recebeu suspensão especial JJ e visualmente falando as rodas dão uma harmonia a todo o conjunto.

100_2600

Mais uma foto do motor turbinado, sendo o proprietário uma injeção da Fueltech RacePro realiza todo o controle da injeção.

Para quem gostaria de conferir a potência do carro, assista o vídeo abaixo.

Obrigado

Black Friday


Boa tarde

 

Hoje é dia de Black Friday, evento popular que acontece 1 vez ao ano, onde lojas americanas oferecem diversos produtos com descontos incríveis, o repercussão deste evento consumista, popularizou tanto que a poucos anos atrás as lojas adotaram a mesma estratégia de Marketing para vender seus produtos com descontos atrativos.

No início não havia qualquer desconto decente, as lojas simplesmente faziam uma bela maquiagem no site e mascaravam o preço, dando a impressão de que o desconto aplicado na sexta era muito bom e que o preço antigo do site voltaria ao final na quinta-feira.

Depois de diversas notificações do Procon, as empresas, principalmente as de varejo, começaram a oferecer de verdade descontos em alguns de seus produtos. A data é um marketing gratuito, porque todos sabem que nesta época do ano ocorre o Black Friday e que as grandes empresas irão aderir, logo não é necessário uma campanha milionária para lembrar os consumidores, apenas pequenos investimentos para que os seus produtos estejam entre os primeiros resultados do Google.

O legal é comprar eletrônicos e games, todo o Black Friday eu chamo de natal nerd, os descontos nos produtos que eu quero eu consigo e ocorre antes da data do homem do saco vermelho.

Trazendo o assunto um pouco para o nosso universo automotivo, a Chevrolet anunciou esta semana que hoje faria uma mega promoção e que todo mundo sairia de Chevrolet novo na sexta-feira. A ideia foi boa, porém esqueceram que no Brasil o carro é caro e que brasileiro não se contenta com desconto pequeno.

  • A Chevrolet teve a iniciativa, mas na minha opinião, a ideia foi mal utilizada, vejam os pontos falhos da campanha:
  • Foi criado um novo domínio para a campanha chevroletblackfriday.com.br que redireciona para uma página no facebook;
  • A página do Black Friday do facebook está hospedada em um servidor de nomenclatura estranha, não confio em um site que esteja hospedado em um endereço que eu não conheço ou nunca ouvi falar;
  • As concessionárias não aderiram da melhor forma este “evento”, algumas não deveram nem um cabo P2 para o consumidor;
  • O site não funciona… realmente não consegui selecionar São Paulo – SP para verificar as ofertas;
  • A repercussão foi tão negativa que a página do Facebook da Chevrolet (veja aqui) ficou poluída com comentários tão agressivos dos visitantes.
  • Para disfarçar o desastre da campanha, a Chevrolet voltou a pouco falar do Salão do Automóvel

 

Acho que a marca poderia ter explorado um pouco mais a oportunidade de vendas do Black Friday, a Ford por exemplo fez um “Semana do Focus” onde o Focus (somente o Focus) preços promocionais para alavancar as vendas do modelo.

A VW também fez algo parecido, mas eu nem fui muito atrás para pesquisar.

No caso da Chevrolet, se eles tivessem dado a Pintura Metálica Grátis, Protetor de Cárter, jogo de Tapetes, Jogo de Rodas e a Central Multimídia já seria de bom tamanho (a central foi exagero, mas seria ótimo…)

Bom fica a dica, para quem gosta de aproveitar grandes eventos para promover a sua marca, é necessário ter cuidado para que o tiro não saia pela culatra.

 

Obrigado

Chevrolet no Salão do Automóvel


Boa noite,

Vou postar aqui algumas fotos da Chevrolet no Salão do Automóvel. Um dos stands mais animados do salão, com muita música e dança. A Chevrolet se orgulha em ser uma das montadoras que mais trouxeram lançamentos para o salão, foram 7 no total. Porém é importante reforçar que a grande maioria dos carros já havia sido lançada oficialmente na mídia a alguns meses atrás.

O Destaque maior ficou por conta do Malibu que era um carro feio de doer a vista e agora tornou-se um sedan esportivo, agora sim eu vi que o Malibu consegue brigar com o Fusion e outros carros da categoria.

 

Salão do Automóvel 2012 – Encerramento


Boa noite

Novamente, estarei postando mais algumas informações do Salão do Automóvel 2012. Algumas montadoras investiram pesado na decoração dos stands, contratação de modelos e também na infra estrutura para divulgação.

Veja alguns pontos de destaque:

  1. Coelhinhas da Playboy estavam na Fiat
  2. Fiat com Wi-fi Grátis para visitantes
  3. Honda com a Banda que toca dentro do Fit Twist
  4. Extrema educação das modelos da Lexus
  5. Simpatia das modelos da Peugeot
  6. Carros da Citroen
  7. Test Drive no R8 da Audi
  8. Troller do Ben10 para dar um ar mais animado para a gurizada
  9. Havia um espaço para os pais deixarem as crianças no stand da Honda
  10. Animação no stand da Citroen e da Chevrolet

O estacionamento do lugar custava R$ 50,00 por dia, ou seja, independente da quantidade de horas que você ficasse no evento, custaria R$ 50,00 da mesma forma, o pagamento era feito somente em dinheiro e não aceitavam cartões ou cheques.

O estacionamento é caro, uma corrida de táxi do Anhembi até o Metrô Tietê custa algo em torno de R$ 10 a R$ 15 e você não se estressa tanto no trânsito. Do metrô Tietê para qualquer outra região é tranquilo, tenho certeza do que eu falo porque eu fiz isso 5 vezes durante o evento. Passou da Sé e da Pinheiros um abraço…. pode ir que tudo vira contra-fluxo.

O evento tinha muitos outros prós e contras, destaquei somente alguns porque isso dependerá do ponto de vista do visitante. A refeição por exemplo precisa melhorar e muito no Anhembi, além de ser cara a comida é ruim e a bebida que no meu caso foi uma Coca estava choca, por causa do calor de 4ª feira que estava impossível de andar nos stands.

Falando em calor… a refrigeração do Anhembi estava uma droga durante a semana, hoje (domingo – 04/11) estava fresco como se o ambiente inteiro fosse ventilado, estava realmente muito mais agradável do que a semana e por ser final de semana estava extremamente vazio…

Nunca vi uma entrada tão tranquila no Anhembi, nem fila eu peguei, se eu tivesse que comprar a entrada também não pegaria fila. Me lembro de quando fui no Salão de Acessórios e o Salão Duas Rodas…. 2 grandes eventos com uma organização primária, fazendo o lugar ficar extremamente lotado.

A Ferrari fez falta? Depende… todos os anos a Ferrari montava o Stand com carros bem longe dos visitantes, não sei se fizeram tanta falta… A Fiat levou um exemplar e matou bem os vermes dos sedentos do luxuoso super-esportivo. A Ford escondeu o Mustang, a Chevrolet deixou 1 para o povo sentar e tirar foto a vontade, carros concorrentes, exposição totalmente contraditória uma da outra.

Na minha opinião o carro deveria estar aberto para o público. A Toyota com o modelo 86 deixou o carro aberto somente no dia 24/10, não sei se foi por falha ou não, mas nos outros dias trancaram o carro como um cofre… até a modelo ficou para o lado de fora do melhor carro da marca.

A Renault não tinha nada, as modelos usaram os tablets como espelhos para arrumar o cabelo e só… no demais nenhuma novidade… Nissan também passou batido. A Mitsubish tinha o Lancer (que eu particularmente adoro) senão fosse o DVD de demonstração rolando dentro do carro, ninguém conheceu o carro da forma que ele merecia ser conhecido… fiquei decepcionado com a apresentação do modelo.

O Etios era a sensação do momento, todo mundo falava dele… bem ou mal, mas falavam, tinham vários no stand, as pessoas entravam para falar mal, mas ainda assim insistiam em tirar fotos e conhecer o modelo popular da Toyota. Na minha opinião se não fosse o painel tentando seguir a tendência dos carros da Toyota ele seria um carro bem legal.

A Hyundai, mascarou o novo I30, não sei o certo, mas só havia 1 modelo e ele era bem pobre quando comparado com qualquer outro carro da concorrência (C4, DS4, Lancer, Bravo) acho que ele está no mesmo nível de acabamento do finado Golf.

O Stand da Chevrolet estava cheio de lançamentos, mas o stand estava muito lotado.  A Volkswagen deixou a Amarok lacrada… uma pena para os visitantes que ficaram se deliciando nas outras pickups que estavam abertas.

A Honda trouxe a Acura, que é concorrente direta da Lexus (que é Toyota) com carros caríssimos. Alguns carros passaram despercebidos, como o Civic 2.0 e o CR-V Flex…. agora o City versão limitada é muito simples, a Honda deveria ter caprichado no carro, assim como ter colocado um motor 1.8 ou 1.7 (antigo) para substituir o 1.5 desta versão limitada.

Destaque para o Civic SI, meu sonho de consumo como ser humano mortal. 2 portas, ficou ainda mais bonito. Lá nos EUA é comum, aqui pode ser visto como mico, na minha opinião prefiro ter um carro 2 portas esportivo de verdade do que um de 3 portas que só engana… isso mesmo Veloster, você e o seu motor de Cerato não me enganam.

Falando em Cerato a Kia trouxe a musa do São Paulo de 2009, linda a garota, mas ficou escondida e não teve o merecido destaque. Trancou o Cerato antigo quando eu fui na semana (besteira) e depois abriram tudo no final de semana, enquanto isso o novo Cerato parece um mini Fusion, é bonito mas não me agradou, prefiro o antigo.

A musa do São Paulo (2009) era extremamente simpática, quando eu perguntei se ela era a antiga musa do Clube, conversamos um pouco e vi que ela é uma pessoa bem humilde e educada. No geral o salão foi isso, um pouco de mais do mesmo e algumas novidades, destaque para quem investiu pesado como a Honda, Citroen, Fiat, Chevrolet e tantas outras que irei escrever só durante a semana.

Confira as publicações antigas do Salão do Automóvel 2012:

Você assistiu o Making of do Stand da Honda?

Obrigado

Gatas do Salão – Ford Mustang x Dodge Viper


Boa tarde

 

Dois grandes carros da indústria automobilística estiveram presentes no Salão do Automóvel. Os olhares estavam todos direcionados para o popular Chevrolet Camaro, porém existem outros muscle cars que mereciam total atenção e são eles: Ford Mustang e o Dodge Viper.

A Dodge quando foi adquirida com a Fiat trouxe uma notícia triste… foi descontinuada a produção do Viper, um dos carros que marcaram a minha infância, jogando Gran Turismo 1 para PS One, era um carro extremamente rápido e difícil de guiar, entretanto nas retas o carro se destacava por um enorme motor que garantia boa velocidade final.

Não só nos video-games, O Viper sempre teve um destaque na mídia, embora ele não seja um destaque cinematográfico como o Camaro ou o Mustang, o Viper tem a sua própria legião de fãns.

O Mustang tem algo em torno de 418cv enquanto o Viper praticamente humilha com 600cv de potência, na galeria abaixo ambos os modelos foram bem representados.

Obrigado

Cronologia Chevrolet Corsa B


Boa noite,

Recentemente eu fiz um grande tópico falando sobre o Fiat Palio, esta semana o carro que merece destaque no site será o Chevrolet Corsa, o carro está presente no Brasil desde 1994, na época em que os carros estavam começando a ter linhas arredondadas, para quem não se lembra o Voyage, Gol, Chevette e Uno são um dos poucos exemplos de carros que foram produzidos no ano.

O carro mundial da Chevrolet está presente em diversos países da Europa, Ásia e América Latina, normalmente os carros sofrem alterações em seus nomes, no caso do Corsa não foi diferente, para os países que não adotaram o nome Corsa os nomes Chevrolet Sail e Chevrolet Barina substituíram tal nome.

Na Europa ele é montado pela Vauxhall e Opel (todas são Chevrolet). Voltando a falar sobre o carro, o Corsa veio para o Brasil com uma grande inovação, foi o primeiro carro nacional popular equipado com Injeção Eletrônica, nos anos 90 ainda era comum ver carros circulando com carburador ou o carburador eletrônico, que até hoje é odiado por mecânicos e proprietários.

O Brasil não recebeu o Corsa na sua primeira geração, ele já veio em sua 2ª Geração, conhecido como Corsa B. O carro veio em diversas versões: Corsa Wind 1.0, Corsa Wind Super 1.0, Corsa GL 1.4 e Corsa GSi 1.6 16v.

O GSI até hoje é um carro bem raro de ser encontrado, na época o preço dele era muito caro quando comparado como Corsa Wind, com um GSI dava para comprar tranquilamente 2 Corsas Wind, essa mania de brasileiro comparar os carros simplesmente pela estética ao invés de ter completa noção do que o carro vem de série. Um fato recente é o Civic SI onde até hoje eu vejo em fóruns falando que ele é um Civic equipado com motor 2.0… prefiro nem comentar porque isso renderia outro tópico e estamos aqui para falar do nosso querido Corsa.

O GSI é um esportivo equipado com o motor 1.6 16v com Teto Solar, AC, DH, Bancos e Rodas exclusivas. Infelizmente são poucos os modelos originais que vemos rodando por aí. Não comparem o motor 1.4 do Corsa dos anos 90 com os atuais motores 1.4, o atual é bem mais moderno, potente e econômico, quando comparado com esta versão que não vingou muito no mercado.

Em meados de 1996 ~ 1997 o Corsa teve mais 2 versões o Sedan (que hoje é o Classic) e a Pickup. Embora os houvessem versões 1.6 destes carros o motor 1.6  da época é bem diferente do motor 1.6 dos anos 2000 em diante. Os motores EFI (antigos) possuem somente 1 bico injetor, enquanto os MPFI possuem 4 bicos.

O Corsa teve diversas versões no mercado nacional, Hatch 2 portas, Hatch 4 portas, Station Wagon (Perua), Sedan e Pickup, abraçava todas as fatias do mercado, o Corsa é um excelente carro quando falamos de Custo x Benefício, embora seja comum encontrar no mercado versões sem Ar Condicionado e Direção Hidráulica, um Corsa continua sendo uma excelente compra, seu custo de manutenção é extremamente barato e encontra-se peças de reposição no mercado de forma fácil e rápida.

O Corsa é um carro bom para se equipar também, as rodas por exemplo podem ser herdadas de todos os carros da GM que possuam a furação 4×100 (Vectra, Astra, Meriva e Agile), é comum ver nas ruas Corsas com rodas de Astra e Vectra. A furação é comum também no Renault Megane antigo, dá para encontrar rodas de ferro aro 16″ que podem ser herdadas do Megane.

Particularmente o Corsa nas suas versões peladas nasceu para correr na pista de Interlagos em Track Day, o meu um dia terá a preparação necessária para correr sem ficar muito para trás, a versão pelada dá para equipar freios e rodas maiores e além disso um turbo com kit intercooler para resfriar o cofre do motor.

A instalação do intercooler é complicada para carros com ar condicionado, porque o cofre do corsa fica com pouco espaço livre para instalar este importante componente.

Cronologia

1994 – Inicio de produção nas versões Wind 1.0 e GL 1.4 de 60 cv
1995 – Versão esportiva GSi 1.6 16V de 106 cv e versão picape
1996 – Injeção eletrônica MPFi, GL recebe motor 1.6 de 92 cv
1996 – Lançamento do Corsa Sedan e fim da versão GSi
1997 – Corsa Wagon
1997 – Série Piquet na cor amarela limitada a 1.000 unidades com motor 1.0
1998 – Série Champ – Referência à Copa da França
1999 – Sedan com motor 1.0 16V
1999 – Versão ST da picape
2000 – Faróis transparentes e novas lanternas
2001 – Fim da versão Wagon
2002 – Nova geração, fim da versão hatch antiga e da picape
2003 – Motor 1.8 FlexPower bi-combustível álcool/gasolina
2004 – Linha 2005, Corsa Classic passa a ser identificado apenas como Classic nas versões: Life, Spirit, e Super (agosto)
2004 – Versões da nova Geração passa a ser identificadas como Joy, Maxx, e Premium (agosto)
2005 – Motor 1.0 FlexPower bi-combustível álcool/gasolina e fim do motor 1.0 gasolina (setembro)
2005 – Versão SS (novembro)
2006 – Corsa Classic 1.0 VHC Flex com 72 cv (janeiro)
2006 – Fim do motor 1.6 no Corsa Classic (outubro)
2007 – Motor 1.4 Econo.Flex de 105/99 cv, acelerador eletrônico drive by wire, grade do radiador com barra cromada. Versões de acabamento: Maxx, intermediária, e Premium, topo de linha. A motorização 1.0 disponível com os pacotes Joy, de entrada, e Maxx, e o bloco 1.8 passa a equipar apenas as versões SS (Super Sport), no hatch e Premium, no sedan (junho)
2009 – Classic com motor VHCE com até 78 cv de potência, acelerador eletrônico (janeiro)
2009 – Fim dos motores 1.0 e 1.8 (maio)
2009 – Kit de personalização Energy com saias laterais, spoiler dianteiro e traseiro, aerofólio e adesivos (dezembro)
2010 – Reestilização do sedan Classic com mudanças externas na dianteira e traseira, sendo oferecido apenas na versão 1.0 LS (abril)
2011 – Fim de produção do Corsa Sedan (novembro)

Só para finalizar fiz um vídeo do meu Corsa, a edição não é das melhores, mas em breve terei um novo vídeo do carro.

Obrigado